“Ficar com o problema” – Histórias Feministas em exposição

“Ficar com o problema” – Histórias Feministas em exposição
setembro 13, 2019 Priscila Kikuchi

A pintura da foto é a Staying with the trouble, ela retrata diversas das nossas artistas numa cena de cumplicidade, dividindo um momento de descontração com referências a Lina Bo Bardi, Rosana Paulino, Lygia Clark, Djanira, entre outras.

Desde 2007, Lydia Hamann e Kaj Osteroth pintam juntas, suas obras apresentam um caráter colaborativo, uma prática de renegociação constante que envolvem questões de subjetividade, trabalho, empoderamento e autocuidado. É importante dizer que cada uma de suas pinturas é são baseadas em pesquisas de longo prazo sobre o assunto. Além disso vale destacar que Hamann e Osteroth sempre se inserem nas cenas compartilhando a situação da arte e política feminina luta. Hamann e Osteroth fazem parte de um coletivo feminista de artistas que é sediado em Berlim. Suas obras são expressão de suas idéias. Elas procuram explorar performances e estratégias na pintura, além de refletir sobre o olhar. Usam o meio tradicional de pintura como ponto de partida, não apenas pesquisando como a maioria dos artistas individuais o aborda, mas transpondo-o para a forma coletiva. Trabalham também com a história, o método feminista e a consciência feminista queer do espaço e do tempo, o que as oferece a possibilidade de abordar o meio da pintura a partir de uma nova perspectiva. 

Segundo as artistas:  

Referências:

https://medium.com/revista-bravo/o-elo-das-mulheres-b9067a6f75ea

https://bb10.berlinbiennale.de/artists/l/lydia-hamann-kaj-osteroth

http://www.fleeingthearch.org/index.php/about/about/